Pelo décimo ano consecutivo, a Ouvidoria Geral do Município (OGM) atuará no carnaval de Salvador através do projeto “A sua opinião é a nossa grande atração”. Primeira Ouvidoria a implantar um projeto dessa natureza em uma festa popular do porte do Carnaval de Salvador. Trata-se, portanto, de um trabalho pioneiro de participação pública.

Em se tratando de mega eventos, o órgão esteve presente na Copa das Confederações realizado em junho passado e usará o Carnaval como laboratório para Copa do Mundo FIFA 2014, uma forma de aprimorar o trabalho com grandes públicos. Este ano, a OGM inovará o trabalho utilizando Palmtop, ferramenta que tecnológica possibilitará registro das manifestações e emissão de relatório gerencial para cada área operacional dos órgãos em tempo real.

Para o trabalho operacional, a OGM contará com cinco equipes itinerantes espalhadas por todos os circuitos da festa, inclusive nos carnavais de bairro, mais os Balcões da Cidadania, fixos no Elevador Lacerda, Campo Grande, Barra-Ondina. A dinâmica do grupo é identificar, através da opinião do folião, pontos fortes e fracos na organização do evento, situações operacionais que ocorram, sugestões para melhorias e aferir a qualidade dos serviços municipais que estarão atuando no evento, a exemplo do trânsito, ambulantes, limpeza urbana, dentre outros. Além registrar críticas, elogios, sugestão ou denúncia sobre tudo que envolva a folia momesca.

Ao final de cada dia, a Ouvidoria vai elabora relatórios, com base nos dados oriundos das manifestações populares durante o evento complementando os demais relatórios e possibilitando assim, visualizar os pontos críticos, positivos e negativos pela percepção do cidadão. Esse mecanismo permite a tomada de decisões estratégicas, ajustes, manutenção e melhorias dos serviços e produtos prestados pela Prefeitura Municipal de Salvador (PMS) durante o carnaval, bem como, nas ações pertinentes aos carnavais futuros.

A expectativa é ampliar o trabalho da Ouvidoria no Carnaval, focando no atendimento às manifestações e avaliações dos serviços que estão sendo prestados no carnaval como um todo. Com isso, a perspectiva é alcançar pelo menos três mil atendimentos entre manifestações atendidas. Para tal a OGM conta com a colaboração efetiva dos órgãos, entidades, empresas e autarquias realizadoras e que se utilizam das nossas informações durante o evento.

Central 156

Vale ressaltar, que o 156 funcionará normalmente durante todo o carnaval não só prestando atendimento para os que estão no festejo, mas também mantendo o atendimento às solicitações de serviços básicos como limpeza urbana, tapa buracos, iluminação pública, dentre outros, para os cidadãos que estão fora da festa, assim como o Portal Fala Salvador pelo endereço eletrônico www.fala.salvador.ba.gov.br. Horário de funcionamento de quinta a terça-feira, das 8h às 18h, retornando na quinta as atividades normais.

Resultados

Em 2013 a Ouvidoria-Geral realizou junto à população, o registro de 1.534 pesquisas aplicadas e 1.578 registro de manifestações, das quais 48% foram reclamações, 21% de elogios, 15% de sugestões, 1% de denúncia. Desde a primeira experiência em 2005, a OGM deu início ao modelo a ser adotado nos outros carnavais e foi constatado um aumento considerável de participação dos foliões e turistas junto ao órgão.

Como resultado do trabalho, ao longo desses anos, a OGM ajudou a implementar o Camarote Popular, instalação de arquibancadas populares, iluminação dos banheiros químicos, instalação de cobertura nas arquibancadas populares e implantação da Praça de Alimentação no Campo Grande. Ao longo desses anos, a Ouvidoria vem ampliando a sua estrutura de atendimento, entre outras melhorias, levando aos circuitos e aos bairros da cidade, equipes especializadas em pesquisa e atendimento de ouvidoria, para dar suporte á organização da maior festa popular do planeta.