O prefeito ACM Neto lançou o programa Ouvindo Nosso Bairro. Numa ação conjunta coordenada pela Ouvidoria Geral do Município, Prefeituras-Bairro e Gabinete do Prefeito, o programa visa levantar as demandas dos 163 bairros da cidade através de um diagnóstico feito por quem vive e convive nas comunidades. Serão 39 reuniões por semana, sempre às quartas-feiras, das 18h às 22h, e nos sábados, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Os encontros começam no próximo dia 10 e seguem até 4 de fevereiro, divididos nas regiões administrativas da cidade.

A partir desses encontros, a prefeitura vai levantar as prioridades apontadas pelos moradores e determinar intervenções em todos os bairros da cidade. "Nesse primeiro momento vamos ouvir. Depois, vamos lançar as intervenções que foram escolhidas pela própria comunidade. A média é de dez intervenções por bairro, mas esse número pode aumentar ou diminuir a depender do volume e do valor das demandas apresentadas pelas comunidades", explicou ACM Neto.

As primeiras reuniões serão realizadas na região Centro/Brotas, que contempla 20 bairros. Todos receberão reuniões simultâneas, e o mesmo método será aplicado nos 163 bairros da cidade. Uma equipe da Prefeitura formada por 130 pessoas, divididas em 13 grupos, irá trabalhar nesses encontros e levantar as demandas sempre levando em conta o que quer a população. Primeiro, os mediadores apresentarão o programa e, em seguida, os participantes preencherão um formulário sobre as solicitações. Em seguida, se dividirão em grupos para definir os dez pontos mais importantes, de maneira ordenada.

Com isso, a prefeitura poderá ter um diagnóstico das demandas através do que a própria população entende como prioritário. A programação completa das reuniões está disponível no www.ouvindonossobairro.salvador.ba.gov.br ou através do telefone 156. "Com essas informações vamos ter o investimento total do programa. Queremos iniciar as obras ainda no primeiro semestre deste ano. Vamos anunciar, após esse período de reuniões, as intervenções que iremos fazer", disse o prefeito.

A prefeitura espera ouvir pelo menos 20 mil pessoas nas reuniões em todos os bairros da cidade. Dois encontros-piloto foram feitos para testar a metodologia, um em São Marcos e outro em Fazenda Coutos. De acordo com o ouvidor-geral da prefeitura, Humberto Viana, o programa foi pensado para aproximar ainda mais a gestão pública das comunidades. “Vamos ouvir a população sobre as principais demandas dos bairros, seja na área de infraestrutura ou serviços públicos municipais, e é uma forma de a Prefeitura estar mais próxima, com o envolvimento direto de todos no levantamento dessas prioridades. E apesar de ser um programa coordenado pela Ouvidoria, Prefeituras-Bairro e Gabinete do Prefeito, terá o envolvimento direto de todos os órgãos. Estamos compartilhando com os cidadãos a gestão da cidade”, afirmou.

O coordenador das Prefeituras-Bairro, Reinaldo Braga Filho, disse que já está sendo feito um amplo trabalho de mobilização para que o programa alcance o objetivo almejado. “Desde o início, uma das metas do prefeito ACM Neto era aproximar a prefeitura do cidadão, e a Prefeitura-Bairro foi um dos pontos desse grande projeto. Estamos aproveitando a experiência de descentralização para fazer com que as pessoas conheçam o programa e participem efetivamente. O importante é fazer com que esse diagnóstico das demandas dos bairros seja feito pela própria população, que sempre tem um palpite, uma sugestão a dar. Essa será uma oportunidade única, e estaremos a postos para ouvir o cidadão”.